Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Small Church

Small Church

Vírus na comunicação social (I)

Portugal ultrapassou hoje os Estados Unidos no número de mortos causados pela pandemia (na equivalência por milhão de habitantes). Mais: subimos para 8º no ranking mundial da nefasta categoria. Acresce a isto a situação particular do nosso país no que diz respeito ao excesso de mortos não imputável ao vírus, tendo em conta a média do número de óbitos dos anos anteriores. Ou seja, o que podemos  chamar de "mortos pela cura": consultas e operações adiadas, exames de rastreio por fazer, medo generalizado nos utentes em recorrer aos serviços públicos de saúde. Até dezembro foram quase tantos mortos por doença como pela "cura". Também aqui estamos entre os piores da Europa, se não mesmo o pior (a memória não o consegue confirmar). 

Perante este cenário inquetante, e frisando, de novo, a ultrapassagem aos Estados Unidos, proponho as seguintes perguntas.

Seria de justiça a comuncação social usar agora com o governo português o mesmo peso e a mesma medida que usou com o governo americano, (leia-se Presidente Trump) na altura em que do lado de lá do Atlântico as mortes escalavam, e, do lado de cá, se vivia o chamado "milagre português"?  E, se a comunicação social não usar o mesmo peso e a mesma medida, podemos concluir que ela é transversalmente manipulada, pelo menos nos pontos de uma agenda que vai ficando a descoberto com a evidente parcialidade e panfletismo? 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D